Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Green Delights - cozinha vegetariana, simples e saudável

Bem vindo ao blog! Este espaço é dedicado a receitas vegan e vegetarianas, simples, deliciosas e saudáveis (a maior parte das vezes...)! Vamos cozinhar?

Sex | 28.02.20

Coucous simples de grão #diaadiaveg

Couscous com grão - simples e rápido

Couscous com grão - simples e rápido

 

Já tinha uma receita de couscous marroquino no blog, mas tinha de incluir uma versão simplificada nesta série de receitas #diaadiaveg ! Couscous é das coisas mais práticas que existem! Nem é preciso um fogão para cozinhar couscous, só água quente, e demora 5 minutinhos! Mais simples e rápido não há certo?

Para acompanhar escolhi pimento vermelho, curgete e grão-de-bico. Mas acho que é uma ótima refeição para o dia-a-dia, conseguem preparar muito rápidamente e com pouco esforço, até podem utilizar uma mistura de vegetais congelados (que já vêm cortados), eu uso muitas vezes esta estratégia para fazer um jantar super rápido. E espero que gostem desta receita e que experimentem é claro! Fico à espera do vosso feedback!

 

Couscous com grão - simples e rápido

Couscous com grão - simples e rápido

 

INGREDIENTES (para ~5 doses):

 

1 chávena de couscous (240g)

1 + 1/2 chávena de grão-de-bico cozido (250g)

1/2 pimento vermelho (190g)

1 curgete (150g)

1 colher de chá de azeite

1/2 colher de chá curcuma

1/2 colher de chá de sal

1/2 colher de chá de paprika fumada (ou pimentão doce)

1/2 colher de chá de alho em pó

1/4 colher de chá de pimenta preta

 

Para servir (opcional):

Salsa fresca

Romã

Pinhões tostados

 

 

PREPARAÇÃO

 

Numa frigideira em lume médio-forte coloque o azeite. Logo se seguida adicione o pimento vermelho cortado em cubos e deixe saltear por cerca de 3-4 minutos. Adicione a curgete cortada também em cubos e deixe saltear mais alguns minutos. Por último adicione o grão-de-bico (já cozido e escorrido) e os temperos (curcuma, sal, paprika, pimenta preta e alho em pó). Deixe saltear mais 2 minutos e desligue o lume. Nesta fase pode provar e ajustar sabores a gosto.

 

Entretanto numa taça de vidro coloque 1 chávena de couscous e cubra com 1 + 1/4 chávena de água a ferver. Tape o recipiente com um prato ou uma tampa e deixe repousar por 5 minutos. Passado este tempo mexa o couscous com um garfo, já deve estar cozinhado! Adicione à taça a mistura de vegetais e grão preparada anteriormente e envolva bem.

 

Sugestão: Sirva o couscous com pinhões tostados, romã e salsa fresca.

 

 

Notas:

* Para servir pode também utilizar amêndoas tostadas, sultanas e folhas de menta se preferir.

 

_____________________________________________

Valores nutricionais (~por dose, sem toppings)

234 kcal | 10g Proteína | 37g Hidratos de Carbono | 3g Gorduras

Couscous com grão - simples e rápido

Bons deleites!

Ter | 25.02.20

Tofu mexido - com cogumelos e espargos #diaadiaveg

Tofu mexido com cogumelos e espargos

Tofu mexido com cogumelos e espargos

 

Numa série de refeições simples e rápidas da o dia-a-dia, não podia faltar o tofu mexido! Não é nenhuma invenção, já é um clássico, mas é uma refeição super simples e rápida. Preparam este tofu mexido em menos de 10 minutos e é uma delícia. Convence até os maiores fãs de ovos mexidos eu prometo!

Eu como preguiçosa que sou adoro servir o tofu mexido no pão mesmo, mas podem acompanhar com arroz, ou como preferirem! Agora só resta experimentar :)

 

Tofu mexido com cogumelos e espargos

Tofu mexido com cogumelos e espargos

 

INGREDIENTES (para ~2 doses):

 

1 bloco de tofu (200g)

150g cogumelos marron (~10 cogumelos)

100g espargos (~8 espargos)

1 colher de sopa de azeite

1 colher de chá de curcuma

1 colher de chá de alho em pó

1/2 colher de chá de sal

1/2 colher de chá de paprika fumada (ou pimentão doce)

1/4 colher de chá de pimenta preta

 

Para servir:

Salsa fresca

Pão de sementes 

 

 

PREPARAÇÃO

 

Comece por cortar finamente os cogumelos e os espargos.

Coloque uma frigideira a aquecer em lume médio-forte com o azeite. Adicione os cogumelos e deixe saltear por 2-3 minutos. De seguida, adicione os espargos em pedaços pequeninos e deixe saltear mais 2 minutos. Com as mãos, desfaça o tofu em pedaços pequeninos para a frigideira. Tempere com curcuma, alho em pó, sal, pimenta preta e paprika. Mexa bem e deixe saltear mais 3 minutos.

 

Sirva com folhas de salsa frescas e para acompanhar, fatias de pão de sementes tostado.

 

_____________________________________________

Valores nutricionais (~por dose, sem acompanhamentos)

209 kcal | 16g Proteína | 7g Hidratos de Carbono | 13g Gorduras

Tofu mexido com cogumelos e espargos

Tofu mexido com cogumelos e espargos

Bons deleites!

Sex | 21.02.20

Massa (one-pot) de cogumelos e ervilhas #diaadiaveg

Massa de cogumelos e ervilhas

Massa de cogumelos e ervilhas

Bem, tudo a postos para mais uma receitinha deliciosa e simples? Publiquei recentemente uma massa (one-pot) de tomate e lentilhas que foi um absoluto sucesso! Muita gente experimentou e adorou... E como fã de massa que eu sou, tinha de trazer mais uma receita de "one-pot pasta" para aqui! Desta vez, uma massa cremosa com cogumelos, curgete e ervilhas! Só precisam de um tacho e menos de 30 minutos, quem é que vai experimentar?

Massa de cogumelos e ervilhas

INGREDIENTES (para ~5 doses)

1 colher de chá de azeite

1 cebola

4 dentes de alho

200g cogumelos (utilizei cogumelos marron)

1 curgete (200g)

2 + 1/2 chávena de massa penne (250g)

1 embalagem de creme culinário de soja (250 ml)

1 + 1/2 chávena de água quente

1 colher de chá de sal

1/4 colher de chá de pimenta preta

1 + 1/2 chávena ervilhas baby congeladas (150g)

 

PREPARAÇÃO

Numa panela coloque o azeite, a cebola picada e os alhos picados. Deixe refugar até a cebola estar translúcida. De seguida adicione os cogumelos laminados e deixe saltear em lume forte por 2-3 minutos. Quando os cogumelos já estiverem salteados, adicione a curgete ralada, a massa, o creme culinário, água quente, sal e pimenta preta. Deixe cozinhar em lume forte durante cerca de 15 minutos. Por último adicione as ervilhas congeladas, mexa e deixe cozinhar por mais 5 minutos.

Retire do lume. Sirva a massa com folhas de manjericão fresco.

 

 

NOTAS:

* Utilizei creme culinário de soja light, mas pode utilizar qualquer alternativa vegetal às natas, como creme culinário de arroz ou creme de coco.

 

_____________________________________________

Valores nutricionais (~por dose)

290 kcal | 12g Proteína | 45g Hidratos de Carbono | 5g Gorduras

Massa de cogumelos e ervilhas

Bons deleites!

 

Qui | 20.02.20

FOTOGRAFIA DE COMIDA #01 - Luz natural

Fotografia 1 - Luz

Bem, aqui está uma publicação que andava a ser adiada há muito tempo...

Já mais do que uma vez perguntei no instagram se gostavam de saber mais sobre o que se passa por detrás da câmara, e sobre fotografia de comida e a resposta é sempre... sim! Além de comida e receitas este blog também nasce da minha paixão por fotografia e como tal achei que fazia todo o sentido trazer um conteúdo relacionado com a parte da fotografia aqui para o blog. Também vou partilhar dicas e imagens nos meus instastories por isso se ainda não me seguem por lá, vão num instantinho até @green_delights_blog! E este conteúdo não é apenas para quem tem blogs relacionados com comida, não senhor, se gostas de ocasionalmente tirar uma fotografia com o telemóvel àquele prato giro do restaurante estas dicas também se aplicam perfeitamente à tua situação!

 

Disclaimer: Tenho de avisar desde já que não sou fotógrafa nem especialista nesta área, a minha área de formação é a Bioquímica alimentar. Pouco depois de começar o blog fiz um curso online sobre fotografia, com a duração de 1 mês, que foi essencial para aprender o básico no entanto o que vou partilhar aqui são dicas baseadas na minha experiência e gosto pessoal. 

 

Passada toda esta introdução, vamos ao que interessa! Vou dividir isto por temas e na primeira publicação quis falar um bocadinho sobre o que é mais importante (na minha opinião) em TODAS as fotografias! Sejam fotografias de comida ou não, sejam tiradas com um telemóvel ou câmara profissional, um fator que é sempre extremamente importante é a LUZ! Dentro da luz podemos falar em luz natural ou luz artificial, hoje vou focar-me apenas na primeira, que é também a minha favorita. 

Fotografia 1 - sobre luz

Ou seja, nada de flashes da câmara ou do telemóvel, nada de luzes artificiais da cozinha sobre a comida, nada disso...Este tipo de luzes artificiais que não são próprias para fotografia de comida, vão fazer com que fique com um aspeto muito artificial, sem sombras, sem relaces, nada, ou então vão fazer com que todos os pratos fiquem com um tom meio amarelado, nenhuma das opções é boa...  Se conseguirem fotografar durante o dia com luz natural, façam-no, vão ver que as fotografias ficam sempre mais bonitas!

Por outro lado, tirarem uma fotografia, à hora de almoço, num dia de céu limpo, no exterior, também pode não ser a melhor ideia, luz natural é fantástica, mas assim diretamente sobre o prato, pode ficar excessivo...Ou podem gostar, deixo abaixo um exemplo de uma fotografia tirada no exterior com luz solar muito intensa:

Fotografia 1 - luz

 

Conclusão, na maioria das vezes, o ideal é luz natural mas difusa! Podem ir para o pé de uma janela iluminada, se o sol estiver muito forte podem tapar a janela com um lençol branco para difundir a luz ou se o dia estiver nublado, perfeito! Ou então toca a acordar cedo e a fotografar nas primeiras horas após o nascer do sol, antes de termos aqueles raios de sol muito intensos.

Claro que isto tudo é relativo, isto é o que geralmente funciona, mas se querem tirar uma fotografia ao pôr-do-sol, com tons mais alaranjados, quem sou eu para dizer que não?

Fotografia 1 - Luz

 

Agora vamos falar do ângulo com que a luz incide no objeto que estão a fotografar, neste caso, a comida, melhor do que falar é mostrar-vos:

 

1. Luz à esquerda do objeto

Fotografia 1 - sobre luz

Fotografia 1 - sobre luz

 

 

2. Luz atrás do objeto

Fotografia 1 - sobre luz

Fotografia 1 - sobre luz

 

3. Luz à frente do objeto

Fotografia 1 - sobre luz

Fotografia 1 - sobre luz

 

Agora vendo as três digam-me, qual é a vossa favorita?

Fotografia 1 - sobre luz

Eu tenho um favorito! A maior parte das minhas fotografias são tiradas como vêm na primeira fotografia: a janela (luz natural) a incidir do lado esquerdo da comida e uma placa branca do lado direito para refletir parte da luz de forma a ficar um bocadinho mais homogéneo.

Algumas fotografias podem ser tiradas com a luz a incidir atrás da comida para ficarem assim estes contrastes mais intensos, mas não funciona com todos os pratos por isso é mais raro utilizar esta segunda opção.

 

A terceira então é aquela que não utilizo nunca! Claro que isto é apenas a minha opinião, mas não gosto de ver a luz a incidir pela frente, este tipo de luz não funciona com comida porque a imagem perde muitos detalhes, fica sem realces, sem contrastes... não funciona mesmo.

 

fotografia de comida

E pronto, haveria muito mais a dizer sobre luz, obviamente, com pouca luz é muito dificil obter boas fotografias, mesmo que tenham o melhor equipamento... Quando tenho pouca luz natural disponível tento fotografar com a câmara num tripé, com um shutter speed mais baixo, ou seja um tempo de exposição longo, para evitar aumentar muito o ISO já que este prejudica a qualidade da imagem à medida que aumenta a quantidade de luz. Mas estas são as dicas que eu tenho para vocês neste momento! Já ficam a saber que a maioria das minhas fotografias são tiradas com a luz natural a incidir lateralmente na comida e com uma placa branca do lado oposto para refletir a luz... Agora vocês vêm o que gostam mais e o que funciona para vocês! Já disse e volto a repetir, é tudo relativo e é também uma questão de gosto pessoal.

 

Espero que gostem!

 

Ter | 18.02.20

Feijoada de legumes e cogumelos #diaadiaveg

Feijoada de legumes #diaadiaveg

Feijoada de legumes #diaadiaveg

O que é que estava a faltar nesta série de receitas #diaadiaveg? Uma receita tipicamente portuguesa !

Quem já me segue há algum tempo pode já saber isto, mas a verdade é que os pratos mais típicos nunca conquistaram o meu coração... Nunca gostei da maior parte das receitas tradicionais, sendo feijoada uma delas! Mas a versão vegetariana já me fez mudar de ideias! Com muitos legumes e cogumelos pleurotus, este é um prato quente e reconfortante ! Cá em casa toda a gente provou e aprovou!

Quem é que vai experimentar esta versão da clássica feijoada?

 

Feijoada de legumes #diaadiaveg

Feijoada de legumes #diaadiaveg

Feijoada de legumes #diaadiaveg

 

INGREDIENTES (para ~7 doses)

 

1 colher de chá de azeite

1 cebola grande

2-3 dentes de alho

2 cenouras pequenas

250g de cogumelos pleurotos

2 + 1/2 chávena de feijão branco cozido

3 tomates chucha

1/2 couve lombarda (~250g)

2 folhas de louro 

1 colher de chá de sal

1/4 colher de chá de pimenta preta

 

Para servir (opcional):

Salsa fresca

Pão rústico tostado

 

 

PREPARAÇÃO

 

Numa panela, em lume médio-forte, comece por colocar a cebola, o alho picado e o azeite. De seguida adicione uma cenoura cortada em pedacinhos e deixe saltear ligeiramente. Entretanto corte os cogumelos pleurotus grosseiramente, em tiras, e adicione-os também à panela. Deixe os cogumelos saltear 2-3 minutos. Adicione o feijão branco já cozido e o tomate cortado em pedacinhos. Por fim, adicione a couve lombarda cortada em tiras finas. Cubra com 2 chávenas de água quente e tempere com folhas de louro, sal e pimenta preta a gosto. Coloque a tampa na panela e deixe cozinhar por cerca de 15 minutos.

 

Antes de servir, adicione algumas folhas de salsa fresca picada.

 

Sugestão: Sirva a feijoada com arroz branco ou com pão rústico.

 

_____________________________________________

Valores nutricionais (~por dose, sem acompanhamentos)

155 kcal | 9g Proteína | 20g Hidratos de Carbono | 2 g Gorduras

Feijoada de legumes

 

Bons deleites!

Sex | 14.02.20

Bowl com puré de batata doce e cenoura + grão #diaadiaveg

Bowl com puré de batata doce e grão + cenoura

E já é sexta-feira! Como prometido, aqui está a quinta receita da série #diaadiaveg ! E hoje temos mais uma bowl! Este tipo de refeições na taça, acho sempre super práticas... Preparei o grão no forno, porque o forno estava ligado, mas também podem fazer numa frigideira, sem qualquer problema! E o arroz selvagem também é totalmente opcional, podem saltar esta parte se quiserem! Agora, o essencial da receita é mesmo este puré de batata-doce e cenoura... tenho a certeza que vão adorar. Foi uma das primeiras receitas que experimentei quando comecei a aventurar-me no mundo da cozinha vegetariana, puré de batata-doce com grão-de-bico e fiquei imediatamente fã. Portanto esta receita tinha tudo para vir parar aqui ao blog!

 

Entretanto a primeira receita da série foi uma outra bowl, ao estilo mexicano, com feijão preto e quinoa, deixo aqui o link caso queiram ir espreitar!

 

Bowl com puré de batata doce e cenoura + grão

Bowl com puré de batata doce e cenoura + grão

 

INGREDIENTES (~para 2 doses):

1 batata-doce grande (polpa laranja)

2 cenouras grandes

1 colher de chá de curcuma (açafrão-das-Índias)

1 colher de chá de alho em pó

1/2 colher de chá de cominhos

Sal e pimenta preta q.b.

 

1 chávena de grão-de-bico (cozido)

1 colher de chá de azeite

1 colher de chá de pimentão doce

1/2 colher de chá de paprika fumada

Sal q.b.

 

1 chávena de canónigos (ou rúcula, ou espinafres)

Sementes de cânhamo q.b.

Sementes de abóbora q.b.

Arroz selvagem (opcional)

 

 

PREPARAÇÃO:

Para o puré:

Lavar bem e descascar a batata-doce e as cenouras. Cortar grosseiramente, em pedaços, e colocar num tacho com água. Deixar cozer por cerca de 15 minutos, ou até estarem suaves e depois escorrer a água. 

Coloque numa taça ou, se preferir, num processador de alimentos, a batata-doce e as cenouras já cozidas. Adicione a curcuma, o alho em pó, cominhos, sal e pimenta preta e triture tudo muito bem com a varinha mágica. Prove e ajuste os sabores a gosto.

 

Para o grão:

Pré-aqueça o forno a 200ºC. Num tabuleiro coloque o grão juntamente com o azeite, o pimentão doce, paprika e sal. Misture bem e leve ao forno por cerca de 15 minutos, ou até estar tostadinho.

 

Para montar a bowl:

Numa taça comece por colocar o puré de batata-doce e cenoura bem como os canónigos. Se desejar adicione também um pouco de arroz selvagem cozido (pode ver as etapas da preparação do arroz aqui), no entanto, é opcional. Adicione o grão tostado e por fim as sementes a gosto. Eu utilizei sementes de cânhamo e sementes de girassol.

 

_____________________________________________

Valores nutricionais (~por dose)

 355 kcal | 15 g Proteína | 48 g Hidratos de Carbono | 7 g Gorduras

Bowl com puré de batata doce e cenoura + grão

Bons deleites!

Qui | 13.02.20

Tarte de chocolate e café

Tarte vegan de chocolate e café (com feijão preto)

Tarte vegan de chocolate e café (com feijão preto)

 

Hoje trago-vos um docinho mesmo a tempo para o dia dos namorados! O que me dizem desta tarte de chocolate e café com romã? Tem um ingrediente secreto 🤫

 

Inspirei-me nesta tarte de café da página Green Kitchen Stories que tem na lista de ingredientes feijão preto! Pode parecer estranho, eu sei, mas confiem em mim, fica maravilhoso! Não se sente o sabor do feijão, nem um bocadinho, serve apenas para dar consistência à tarte de uma forma mais saudável! O sabor predominante nesta tarte vegan é mesmo o chocolate e o café! Quem é que vai experimentar esta tarte?

 

Tarte vegan de chocolate e café (com feijão preto)

Tarte vegan de chocolate e café (com feijão preto)

Tarte vegan de chocolate e café (com feijão preto)

 

INGREDIENTES (para ~12 fatias)

Base:

1 chávena de amêndoas (~150g)

2/3 chávena de coco ralado (~50g)

14 tâmaras (~115g)

2 colheres de sopa de cacau cru em pó

1/4 colher de chá de sal

 

Recheio:

1 + 1/2 chávena de feijão preto (cozido e escorrido)

3/4 chávena de creme de coco (parte espessa de uma lata de leite de coco fria)

100g chocolate negro

1/4 chávena de agave (ou maple syrup, ou outro adoçante líquido)

1/4 chávena de café expresso

1 colher de chá de aroma de baunilha

 

Cobertura:

1/2 romã

 

 

PREPARAÇÃO

Base:

Coloque as tâmaras a demolhar em água quente por 10-15 minutos (esta etapa é opcional, mas ajuda na etapa seguinte que é triturar os ingredientes)

Num processador de alimentos, misture todos os ingredientes para a base. Comece por colocar as amêndoas inteiras e triturar até ficarem em pedacinhos mais pequenos. De seguida adicione o coco ralado, as tâmaras (já demolhadas e bem escorridas - sem água), o cacau e o sal. Triture bem até obter uma pasta. Os ingredientes devem aderir entre si, de forma a conseguir moldar a base da tarte. Se a mistura estiver muito seca e os ingredientes soltos, experimente adicionar mais 2-3 tâmaras e volte a processar até ficar com a consistência desejada.

 

Numa tarteira com fundo amovível cubra o fundo e as laterais com esta mistura. Coloque no congelador por 10-15 minutos enquanto prepara o recheio.

 

Recheio:

No mesmo processador de alimentos, coloque o feijão preto (cozido e escorrido) e o creme de coco (parte espessa de uma lata de leite de coco bem fria) e triture bem. Entretanto derreta o chocolate em banho-maria ou no microondas, em intervalos de 30 segundos. Adicione ao processador de alimentos o chocolate derretido, o café (já frio), agave e baunilha. Triture até obter uma mistura homogénea.

 

Coloque o recheio sobre a base da tarte e coloque no congelador por cerca de 4 horas ou durante a noite. De seguida, passe a tarte para o frigorífico (no mínimo 2 horas antes de consumir). Mantenha no frigorífico até à hora de servir. 

Se desejar, cubra a tarte com bagos de romã.

 

 

NOTAS:

* Para o leite de coco ter uma parte sólida (em creme) é importante que esteja bem frio por isso coloque 1-2 latas de leite de coco no frigorífico 24 horas antes da preparação da receita;

* Aqui utlizei um café tirado na máquina, mas pode preparar um café com água quente e café em pó solúvel; Se não gostar de café, pode substituir este ingrediente por 1/4 chávena de bebida vegetal (se necessário, adicione também 1 colher de chá de cacau cru em pó, para intensificar o sabor do chocolate);

* Utilizei feijão preto demolhado e cozido em casa sem qualquer tipo de tempero, se utilizar feijão em lata é importante confirmar que tem apenas sal adicionado.

 

_____________________________________________

Valores nutricionais (~por fatia)

226 kcal | 6 g Proteína | 18 g Hidratos de Carbono | 13 g Gorduras

Tarte vegan de chocolate e café (com feijão preto)

Tarte vegan de chocolate e café (com feijão preto)

Bons deleites!

 

Ter | 11.02.20

Legumes e Tofu no forno #diaadiaveg

Legumes e tofu no forno

Legumes e tofu no forno

Legumes e tofu no forno

 

Já vamos para a quarta receita da série #diaadiaveg ! Mais uma receita com ingredientes bem simples para o dia-a-dia! Esta aqui não cumpre um dos requisitos que eu prometi inicialmente... prometi receitas rápidas, feitas em menos de 30 minutos, e como vão ver na receita aqui em baixo, precisam de cerca de uma hora para terminar esta receita. Ainda assim decidi inclui-la nesta série, sabem porquê? A maioria do tempo, é tempo de forno! Não precisam de estar na cozinha, basta por tudo no forno e depois é só esperar! Ficam com pelo menos 30 minutos livres para fazer outra coisa qualquer enquanto que os legumes e o tofu ficam a assar! Os ingredientes são muito simples! Vamos a isso?

 

Legumes e tofu no forno

Legumes e tofu no forno

Legumes e tofu no forno

 

INGREDIENTES (para~3 doses):

1 Batata-doce (polpa laranja) grande

1 Couve brócolo

1 cebola roxa grande

Tomate cereja com rama (~150g)

1 colher de sopa de azeite

Sal e pimenta preta a gosto

 

1 bloco de tofu (500g)

3 colheres de sopa de azeite

3 colheres de sopa de amido de milho

1 colher de chá de sal

1 colher de chá de alho em pó

1/4 colher de chá de pimenta preta

 

 

PREPARAÇÃO

 

Comece por pré-aquecer o forno a 190ºC.

Corte a batata-doce em cubos, separe os floretes de brócolos e corte em pedaços mais pequenos e corte ainda a cebola em meias luas. Num tabuleiro próprio para ir ao forno disponha a batata, os brócolos, o tomate cereja e a cebola roxa. Adicione um fio de azeite e tempere com sal e pimenta. Coloque no forno por cerca de 45 minutos.

 

Entretanto descarte a água do bloco de tofu e com a ajuda de um pano ou papel absorvente, pressione o tofu de forma a retirar o máximo de água possível. Corte o bloco de tofu em cubos. Numa taça coloque os cubos de tofu assim como o azeite, amido de milho, sal, pimenta preta e alho em pó. Coloque uma tampa na taça e agite bem para que todos os cubos de tofu fiquem cobertos com estes temperos. Espalhe os cubos de tofu num tabuleiro para ir ao forno. Coloque o tabuleiro no forno por cerca de 30 minutos, ou até estar tostadinho.

Sirva o tofu com os legumes assados no forno.

 

Notas:

- Tofu no forno não é a receita ideal para congelar uma vez que depois de frio fica com uma textura mais esponjosa. O ideal é preparar na quantidade ideal para ser consumido na hora.

- Pode também utilizar outro tipo de legumes como cenoura ou curgete.

 

_____________________________________________

Valores nutricionais (~por dose)

444 kcal | 24g Proteína | 33g Hidratos de Carbono | 23g Gorduras

Legumes e tofu no forno

Bons deleites!

 

 

Dom | 09.02.20

Crepes vegan

Crepes vegan com morangos

 

Uns deliciosos crepes vegan para alegrar este domingo, o que acham? Demorei a encontrar uma receita de crepes vegan que gostasse realmente para publicar aqui no blog, mas finalmente chegou! Inspirei-me nesta receita da nm_meiyee . Quem ficou com vontade de experimentar? Não se esqueçam de partilhar o resultado comigo!

 

Crepes vegan com morangos

 

INGREDIENTES (para ~ 4 crepes):

3/4 chávena de farinha de espelta

1/4 chávena de farinha de trigo sarraceno

2 colheres de sopa de amido de milho

1 chávena de bebida vegetal

2 colheres de sopa de óleo de coco derretido

2 colheres de sopa de agave (ou outro adoçante líquido, como maple syrup ou geleia de arroz)

1 colher de chá de aroma de baunillha

1 pitada de sal

 

Para servir (opcional):

Iogurte vegetal de coco

Lascas de coco

Morangos

 

PREPARAÇÃO:

Numa taça grande comece por misturar as farinhas e o amido de milho. Depois adicione a bebida vegetal, aos poucos, e vá mexendo com a ajuda de uma vara de arames. Misture também o óleo de coco derretido, agave, aroma de baunilha e sal. Mexa bem todos os ingredientes. Coloque uma frigideira antiaderente a aquecer em lume médio. Se desejar coloque no fundo um pouco de óleo de coco e espalhe com a ajuda de um papel absorvente. Coloque um pouco da massa dos crepes e espalhe bem de forma a ocupar toda a frigideira. Com a ajuda de uma espátula vá levantando as extremidades do crepe. Quando estiver tostdinho vire e deixe cozinhar do outro lado. Repita este processo até terminar a massa dos crepes.

 

Sugestão: sirva os crepes com morangos, iogurte vegetal de coco e lascas de coco.

 

_____________________________________________

Valores nutricionais (~por crepe, sem toppings)

231 kcal | 6g Proteína | 30g Hidratos de Carbono | 9g Gorduras

 

Crepes vegan com morangos

Bons deleites!

Sex | 07.02.20

(one-pot) Massa de tomate e lentilhas #diaadiaveg

One-pot pasta - massa de tomate, lentilhas e espinafres

One-pot pasta - massa de tomate, lentilhas e espinafres

 

Terceira receita da série #diaadiaveg! Acho que vão adorar esta aqui... pelo menos eu adoro! Quem é que não gosta de massa? Ainda não tinha nenhuma receita de one-pot pasta aqui no blog, apesar de gostar muito do conceito, porque ninguém quer passar o seu tempo a lavar loiça não é verdade? Por isso mesmo fica aqui uma receita muito simples, feita numa única panela, de massa com tomate, lentilhas laranja e espinafres!

 

One-pot pasta - massa de tomate, lentilhas e espinafres

One-pot pasta - massa de tomate, lentilhas e espinafres

 

INGREDIENTES (para~5-6 doses) :

300g esparguete

1 +1/2 chávena de passata de tomate (~440g)

1 +1/2 chávena de água quente (ou caldo de legumes)

3 tomates redondos picados (~450g)

150g de tomate cereja

1 chávena de lentilhas laranja demolhadas (200g peso seco)

1 colher de sopa de azeite

4 dentes de alho

1 cebola

2 colheres de sopa de óregãos

1 colher de chá de alho em pó (opcional)

1 colher de chá de sal

1/4 colher de chá de pimenta preta

1/4 colher de chá de flocos de chilli (malagueta seca)

150g de espinafres 

 

PREPARAÇÃO:

No dia anterior à preparação da receita coloque uma chávena de lentilhas laranja numa taça e cubra com água. Deixe repousar cerca de 12 horas, antes de servir, escorra e passe as lentilhas por água com a ajuda de um coador.

Numa panela, em lume médio-forte, coloque um fio de azeite, uma cebola picada e os dentes de alho picados. Adicione os tomates picados em pedacinhos e a passata de tomate. Tempere com óregãos, flocos de chilli (malagueta seca), sal e pimenta preta (e alho em pó - opcional). De seguida adicione as lentilhas já demolhadas (escorridas e lavadas) assim como os tomates cereja cortados em metades. Adicione água quente (ou caldo de legumes) e a esparguete. Coloque a tampa e deixe cozinhar por 10-12 minutos. Passado este tempo adicione os espinafres e desligue o lume. Prove e ajuste os sabores a gosto.

 

 

Notas:

* Se não tiver tempo para colocar as lentilhas a demolhar, adicione mais 1/2 chávena de água à receita e deixe as lentilhas cozer por cerca de 5 minutos antes de adicionar a massa à panela.

* Pode omitir os tomates cereja e utilizar apenas tomate normal nesta receita.

* Usei passata de tomate porque tem apenas tomates triturados como ingredientes, mas também podem utilizar polpa de tomate ou uma lata de tomate em pedaços.

* Se adicionar caldo de legumes em vez de água quente, não coloque sal, ou reduza a quantidade.

* Podem utilizar esparguete integral, ou outro tipo de massa nesta receita.

 

_____________________________________________

Valores nutricionais (~por dose)

378 kcal | 17g Proteína | 62g Hidratos de Carbono | 4g Gorduras

 

One-pot pasta - massa de tomate, lentilhas e espinafres

Bons deleites!

Subscrever

Pág. 1/2