Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Green Delights - cozinha vegetariana, simples e saudável

Bem vindo ao blog! Este espaço é dedicado a receitas vegan e vegetarianas, simples, deliciosas e saudáveis (a maior parte das vezes...)! Vamos cozinhar?

Seg | 30.04.18

O que eu como num dia #01

O que eu como num dia - vegan

É verdade, aderi ao clássico formato de vídeos de "What I eat in a day" o "O que eu como num dia"! Já há muito que estes são dos meu videos favoritos de ver no youtube então decidi trazer-vos a minha versão, com um dia de refeições vegans, desde o pequeno-almoço até ao jantar! É claro que eu não como isto todos os dias, nem nada que se pareça, o objetivo destes vídeos é mostrar de uma forma mais relaxada alguns exemplos de refeições vegans simples, como o nome indica, para o dia-a-dia ! 

 

Acredito que este tipo de vídeos são ótimos para servir de inspiração a quem está agora a começar uma dieta mais vegetal, e não sabe bem que tipo de refeições fazer no dia-a-dia para ter uma vida saudável e equilibrada...pelo menos eu, quando comecei a cozinhar mais pratos vegetarianos, passava a vida a ver vídeos de "what I eat in a day" para me inspirar! Entretanto cheguei à conclusão que existem muito poucos vídeos deste género em português, por isso se gostarem deste tipo de conteúdo digam-me que eu continuo a sugerir combinações de pequenos-almoços, almoços, snacks e jantares, sempre veganos, simples e saudáveis!

 Aqui fica então o vídeo:

 

 

 

PEQUENO-ALMOÇO - Papas de aveia no microondas com frutos vermelhos

 

papas de aveia de frutos vermelhos

Nos dias mais frios o meu pequeno almoço é quase sempre papas de aveia no micro-ondas... Quando tenho mais tempo prefiro fazer no fogão claro, mas no micro-ondas este processo é MUITO mais rápido e ficam deliciosas na mesma! É só juntar todos os ingredientes numa taça, levar ao micro-ondas 1-2 minutos e está pronto! E, como podem ver pelo post que já fiz há bastante tempo com 3 sabores para papas de aveia, este pequeno almoço é super versátil, eu aqui fiz com frutos vermelhos (e estava divinal na verdade), mas no dia-a-dia vario bastante os sabores, desde cacau, manteiga de amendoim, maçã e canela, tâmaras, pêssegos grelhados, o que mais gostarem e o que tiverem à mão na despensa na verdade! 

papas de aveia de frutos vermelhos

 Ingredientes:

1 banana madura

~1/2 chávena de flocos de aveia fina

1 colher de chá de canela

2-3 colheres de sopa de bebida de soja

~1/3 chávena de frutos vermelhos congelados (mirtilos, framboesas e cerejas)

lascas de coco

maple syrup

 

Para preparar este pequeno almoço:

Numa taça esmague com um garfo uma banana madura. De seguida adicione cerca de 1/2 chávena de flocos de aveia fina (cozinham mais rápido mas também funciona com flocos grossos), cerca de 1 colher de chá de canela e junte água até cubrir tudo. Mexa bem e leve ao micro-ondas durante cerca de 1 minuto e meio (pode variar de micro-ondas para micro-ondas por isso pode programar o temporizador para um minuto e depois vai adicionando mais tempo conforme necessário). 

Nota: se por acaso adicionar demasiada água (ou bebida vegetal) e a mistura estiver demasiado líquida, pode adicionar 1 colher de sopa de sementes de linhaça moída ou sementes de chia e aquecer mais meio minuto!

Aqueci, também no microondas, cerca de 1/3 de chávena de frutos vermelhos congelados (mirtilos, framboesas e cerejas) durante cerca de 1 minuto.

Quando as papas de aveia estiverem prontas, se desejar, adicione um fio de bebida de soja (cerca de 2 colheres de sopa) e mexa. Adicione também os frutos vermelhos, descongelados, lascas de coco e um fio de maple syrup, se desejar.

E o pequeno-almoço está pronto, já pode disfrutar destas maravilhosas papas feitas em menos de 5 minutos, no micro-ondas! 

papas de aveia de frutos vermelhos

 

 

ALMOÇO - tosta de abacate + salada

Tosta de tomate e abacate

A clássica tosta de abacate, yummm! Um almoço saudável, super rápido de preparar e delicioso... quem mais ama abacate? Abacate no pão então, é a minha perdição!

 

Ingredientes:

1 fatia de pão de centeio

1 tomate médio

1/2 abacate

1/2 dente de alho

~1/2 colher de chá de sumo de limão

Manjericão q.b.

Sal e Pimenta q.b.

~1 colher de chá de sementes de cânhamo

Salada (usei uma mistura de alface, agriões, rúcula e canónigos)

 

Coloque a tostar o pão. Entretanto corte em fatias o tomate e o abacate. [Nota: se preferir, em vez de cortar o abacate em fatias pode esmaga-lo com um garfo numa taça, misturar imediatamente o sumo de limão, sal e pimenta e barrar esta mistura no pão].

Este passo é opcional, mas eu gosto de esfregar meio dente de alho pelo pão, só para lhe dar algum sabor extra. De seguida disponha as fatias de tomate e as fatias de abacate. Tempere com sumo de limão, sal e pimenta. Adicione algumas folhas de manjericão e as sementes de cânhamo. Sirva com uma bela saladinha e está pronto o nosso almoço! 

 

Tosta de tomate e abacate

 

 

LANCHE - chá de limão e gengibre + fatias de maçã com manteiga de amendoim

Chá de limão e gengibre + maçã com manteiga de amendoim

- Casca de meio limão

-3 rodelas de gengibre fresco (cerca de 1.5 cm)

 

- 1 maçã

-2 colheres de chá de manteiga de amendoim

- 1 colher de sopa de granola com uvas passas

- 1 pitada de canela (opcional)

 

Este tem sido um lanche bastante frequente no meu dia-a-dia por isso tive mesmo de o incluir aqui... Eu filmei estas minhas refeições no dia 21 de abril, neste dia ainda não estava muito calor, por isso um cházinho a meio da tarde é obrigatório! E este chá é o meu favorito! Chá de limão e gengibre que fiz com casca de limão, 2 rodelas de gengibre fesco (com casca e tudo) e água a ferver, mais simples não podia ser não é?

Para além do chá, também sou absolutamente viciada em manteiga de amendoim, não é algo de que me orgulhe mas tenho de ser sincera, tenho de comer um bocadinho todos ou quase todos os dias! E maçã com manteiga de amendoim é uma combinação incrivel ! Aqui descarocei a maçã, cortei em fatias e depois adicionei 1-2 colheres de chá de manteiga de amendoim e só para ficar bonito juntei também um bocadinho de granola e sultanas! Se gostarem podem também polvilhar um bocadinho de canela e é isto basicamente... O meu lanche favorito apesar de ser super simples, chá e maçã com manteiga de amendoim!

 

Chá de limão e gengibre

maçã com manteiga de amendoim e granola

 

JANTAR - Falafels com batata doce assada, rúcula e molho de tahini

Falafels, batata doce e molho de tahini

Esta é provavelmente a refeição que implica mais trabalho das três, ao jantar costumo fazer uma refeição mais completa, mas ainda assim não deixa de ser uma receita simples! Só é mais complicada porque tem 3 componentes para preparar, a batata doce assada no forno, os falafels e o molho de tahini! O meu conselho é num dia com mais tempo livre fazer bastantes falafels (p.e. o dobro de uma receita normal), cozinha-los todos (no forno ou na frigideira) e congelar! Depois é só voltar a aquecer (numa frigideira com um fio de azeite) o que já torna todo este processo bastante mais rápido! Assim já só tem de por a batata doce a assar, misturar os ingredientes do molho num frasquinho, e preparar uma salada fresca para acompanhar (ou seguir pelo caminho mais fácil e comprar rúcula pronta a consumir como eu fiz, como quiserem!).

 

Ingredientes:

- 1 batata doce pequena/ média

- fio de azeite

- 1 colher de chá de paprika;

- sal e pimenta q.b.

 

- rúcula

- pistáchios picados

- falafels (1 cháv. grão-de-bico; 1/4 cháv. salsa, 1 cebola pequena; 2 dentes de alho; sumo de 1/2 limão; 3-4 cs farinha de milho; 2 cs azeite; 1/2 cc açafrão; 1/2 cc de sal e pimenta) - receita completa aqui!

- molho de tahini (3 cs tahini; 1 cc maple syrup; sumo de 1/2 limão; 1/2 cc alho em pó; 1/4 tsp sal; água q.b.)

 

Lave muito bem a batata doce (ou tire a casca se preferir...eu pessoalmente prefiro sempre comer com casca!) e corte em tiras ou em rodelas.  Disponha num tabuleiro de ir ao forno a adicione um fio de azeite, paprika, sal e pimenta (se desejar, pode adicionar também óregãos e uma pitada de pimenta cayene). Mexa bem e leve ao forno pré-aquecido a 200ºC durante cerca de 30 minutos, ou até os palitos de batata estarem bem tostadinhos!

Para os falafels podem seguir esta receita aqui, ou comprar pré-feitos se preferirem (mas estes são mais saudáveis)! Faço muitas vezes falafels então já nem costumo medir as quantidades certas, junto no processador grão-de-bico cozido, cebola, alho, sumo de limão, tahini (pasta de sementes de sésamo), azeite, sal e pimenta até conseguir moldar bolinhas e é basicamente isso! Desta vez adicionei também 1/2 colher de chá de açafrão, por isso é que estão assim mais amarelinhos como se vê nas fotos! Entretanto pré-aqueci o forno a 180ºC. Depois de estar tudo triturado, com as mãos molhadas, moldei bolinhas e coloquei-as numa folha de papel vegetal, sobre um tabuleiro, e levei ao forno durante cerca de 10 minutos de cada lado. Por fim, coloquei-os a tostar um bocadinho numa frigideira com um pouco de azeite para ficarem mais douradinhos, mas esta etapa é opcional!

Falafels + molho de tahini

Por fim, para o molho de tahini, que aconselho muito a fazerem porque combina muitoooo bem com os falafels, misture numa taça ou num frasquinho 3 colheres de sopa de tahini (pasta de sementes de sésamo) com o sumo de meio limão, 1 colher de chá de maple syrup, meia colher de chá de alho em pó e 1/4 de colher de chá de sal. Adicione um pouco de água (1-2 colheres de sopa) para diluir o molho e mexa tudo muito bem. Por fim, prove o molho e ajuste os sabores a seu gosto (também pode adicionar um pouco de mostarda dijon, por exemplo).

Nota: se o tahini estiver muito espesso e for difícil misturar tudo, aqueça uns segundos no micro-ondas, assim será mais fácil obter um molho uniforme!

 

Numa taça sirva a batata doce assada, com rúcula (ou alface, ou outro vegetal a gosto), os falafels e o molho de tahini! Finalize com alguns pistáchios picados. E o jantar está servido!

Falafels, batata doce e molho de tahini

 

E aqui estão as minhas refeições de um dia vegan e saudável! Espero que possam servir de inspiração e que experimentem estas receitas um dia destes!

 

Tenho de terminar com uma pequena observação, só para ser totalmente honesta quanto ao meu dia-a-dia, não filmei esta parte porque é algo que eu faço praticamente todos os dias ( e se no futuro continuar a filmar "o que eu como num dia" iria tornar-se aborrecido verem sempre a mesma coisa)... No fim do almoço e jantar tomo sempre café com 1 (ou 2) quadrados de chocolate negro, preciso desta dose diária de chocolate para alegrar o meu dia... quem era eu sem chocolate? Há por aí mais alguém assim? 

Ah e mais uma nota final (já são demasiadas coisas, eu sei), comecei o dia com um copo de água morna com sumo de limão, em jejum, quando possível tento começar assim o dia, ajuda à digestão entre muitos outros benefícios! Cumpro esta rotina sempre que consigo e aconselho muito!

 

E por hoje é tudo...

Bons deleites!

Ter | 24.04.18

Creme de avelãs e cacau / nutella vegan e saudável

Nutella vegan e saudável (creme de avelãs e cacau)

Nutella, impossível não amar não é? Eu sempre fui a pessoa que comia nutella não no pão, mas diretamente à colherada... tenho de admitir! Mas de há uns anos para cá já começam a ser muito raras as vezes que como, até porque quando uma pessoa se começa a aperceber da composição de certos alimentos, começa a vir o peso na consciência... Infelizmente o creme para barrar de avelãs e chocolate da conhecida marca nutella tem apenas 13% de avelãs e 7% de cacau...aliás, na minha opinião deveria chamar-se creme para barrar de açúcar refinado e gordura de palma já que esses são os ingredientes presentes em maior quantidade... para além de que não é adequada a vegans ou a intolerantes à lactose pois contém leite em pó...

E eu nem queria entrar muito na temática do óleo de palma aqui, mas deixo aqui só esta nota muito rápida sobre esta questão: em primeiro lugar as florestas tropicais são queimadas para serem substituídas por árvores de óleo de palma, eliminando todos os  habitats, animais e plantas que cruzam o seu caminho; e por outro lado este óleo ainda tem um teor mais elevado de gorduras saturadas do que outros óleos e é altamente processado e desprovido de vitaminas e nutrientes. Por isso podem perceber que se conseguirmos evitar o óleo de palma, melhor! Se quiserem saber mais sobre esta problemática, posso escrever uma publicação só sobre o assunto, ou então podem ler este artigo.

Agora óleo de palma à parte, tendo a oportunidade de fazer um creme para barrar, bem mais saudável, vegan e com ingredientes naturais  porquê não? Não posso dizer que o sabor é exatamente igual porque na minha opinião é melhor! Sentir o sabor da manteiga de avelã natural e do cacau cru...para mim, este é o creme para barrar mais delicioso que pode haver!

Nutella vegan e saudável (creme de avelãs e cacau)

Este creme tem apenas 4 ingredientes maravilhosos na sua composição e só precisam de um processador de alimentos e alguns minutos livres para o fazer! Utilizei avelãs, cacau cru (que, como não é exposto a altas temperaturas, conserva mais ingredientes que o cacau que vemos habitualmente nos hipermercados), extrato de baunilha e geleia de arroz... queria só deixar aqui uma nota sobre este quarto ingrediente pois a geleia de arroz não é muito doce (como mencionei na publicação sobre alternativas ao açúcar refinado) por isso quem gostar de coisas mais docinhas aconselho a utilização de agave ou maple syrup, ou então podem ainda usar açúcar de coco, mas como este é um adoçante sólido, podem precisar de adicionar mais água ou até um pouco de óleo de coco derretido para chegar à consistência ideal!

Nutella vegan e saudável (creme de avelãs e cacau)

 

Nutella vegan e saudável (creme de avelãs e cacau)

 

 

Nutella vegan e saudável (creme de avelãs e cacau)

Nutella vegan e saudável (creme de avelãs e cacau)

Nutella vegan e saudável (creme de avelãs e cacau)

 

Ingredientes:

3 chávenas de avelãs

3 colheres de sopa de cacau cru 

1/2 colher de chá de extrato de baunilha

4 colheres de sopa de geleia de arroz (ou agave, ou maple syrup)

1/2 chávena de água*

 

Comece por torrar as avelãs no forno a 200ºC, durante cerca de 10-15 minutos. Quando estiverem tostadinhas e a pele sair facilmente, coloque as avelãs num pano limpo, e esfregue-as bem até ficarem praticamente todas sem casca.

Depois coloque as avelãs torradas e sem casca num processador e vá processando até obter uma manteiga de avelã cremosa. Este processo pode demorar alguns minutos e deve parar ocasionalmente para mexer a mistura com uma espátula antes de continuar a processar. Quando tiver a uma manteiga cremosa adicione o cacau, a baunilha e a geleia de arroz ou outro adoçante à escolha. Processe novamente até ficar tudo bem envolvido e prove para ajustar os sabores, adicione mais adoçante ou até uma pitada de sal se achar necessário.

*Quanto mais adoçante utilizar, e quanto mais espesso for (a geleia de arroz é bastante mais espessa do que maple syrup, por exemplo) mais denso irá ficar o creme de avelãs e cacau por isso vá adicionando àgua aos poucos e processando, até obter a consistência ideal. Eu utilizei no total 1/2 chávena de água.

 

Guarde num frasco fechado ou num recipiente com tampa no frigorífico até 3-4 semanas!

 

Nota: para quem não for muito fã do sabor do cacau que é bastante amargo, pode utilizar ~100g de uma pasta de chocolate derretido, e em contapartida reduzir ou simplesmente não adicionar qualquer tipo de adoçante!

Nutella vegan e saudável (creme de avelãs e cacau)

Aqui servi numa fatia de pão torrado com morangos e amêndoas laminadas, mas também podem usar em bolos, panquecas, crepes, waffles, croissants, bolachas, no que quiserem basicamente!

 Nutella vegan e saudável (creme de avelãs e cacau)

 

____________________________________________

Grajo

 

 Usa o cupão: GREEN10

Para teres 10% de desconto na loja Granjo!

 

 

 

Bons deleites!

Sex | 20.04.18

Especiarias - as 5 indispensáveis!

especiarias

 Especiarias... os ingredientes que fazem falta em qualquer cozinha! São essenciais para o sabor de qualquer prato e ainda por cima, só fazem bem à saúde! Para além de ajudarem a reduzirmos a quantidade de sal que adicionamos aos alimentos algumas ainda possuem propriedades anti-inflamatórias, anti-bacterianas, antioxidantes e por aí em diante...

Sendo estes ingredientes tão maravilhosos, hoje decidi falar só sobre especiarias, e sobre as minhas especiarias favoritas...Especiarias em pó, não confundir com ervas aromáticas, essas ficam para outra altura... 

especiarias

 

E o meu top 5 é....

- Paprika

- Gengibre em pó

- Alho em pó

- Açafrão/ Curcuma

- Canela

 

É verdade, estas 5 são as especiarias que não podem faltar cá em casa, com estas 5, com sal (de preferência sal dos himalaias) e um moinho com pimenta preta temos tudo o que preciso para dar sabor a qualquer prato! Para ser sincera acho que quanto mais especiarias melhor por isso não vou negar que tenho um armário de especiarias com bastante variedade... costumo cozinhar essencialmente com estas 5, mas também gosto de usar noz-moscada, pimenta cayene, pimentão doce defumado, estragão, caril e por aí em diante... De qualquer forma, especialmente para quem está agora a começar a aventurar-se na cozinha penso que estas 5 já são mais do que suficientes!

 

 Para os mais curiosos deixo aqui algumas propriedades benéficas destas especiarias e ideias de como usá-las:

 

GENGIBRE:

 

Um chá de gengibre e limão é das minhas bebidas favoritas, frio ou quente, sabe sempre bem... E a verdade é que para além de saber bem também nos faz bem!

 

Benefícios: o gengibre é conhecido por ajudar a emagrecer uma vez que tem a capacidade de acelerar o nosso metabolismo, aumentando assim a queima de gordura ! Por isso é que é tão popular beber logo pela manhã água com limão e gengibre, para quem tem um metabolismo lento ou para quem quer perder peso, pode estar aqui um bom aliado! Para além disso também auxilia a digestão uma vez que relaxa o sistema digestivo e combate sintomas como nauseas, vómitos, azia e gases intestinais. Por fim esta raiz tem ainda propriedades anti-bacterianas, antioxidantes, anticoagulantes e anti-inflamatórias, ou seja, ajuda a combater ou a prevenir gripes, tosse, infeções respiratórias, dores musculares, artrites, entre outros!

 

Esta raiz, de origem asiática, encontra-se à venda em qualquer hipermercado, fresca ou em pó e tem um sabor intenso e apimentado. É das especiarias mais versáteis pois fica ótima em  pratos de noodles, legumes salteados, em sopas, chás, bolachas e bolos... 

Receitas com gengibre: chamuças indianas de lentilhascaril de legumessopa de abóbora e açafrãobolachinhas de gengibre.

 

 

AÇAFRÃO/ CURCUMA:

 

Parece-me que há uma confusão em termos de nomenclatura no que toca a açafrão, açafrão-das-indias, curcuma,... Vou tentar esclarecer, o que tem mais propriedades benéficas para a nossa saúde é uma raiz, parecida ao gengibre mas bem mais cor-de-laranja por dentro, e chama-se curcuma (em inglês turmeric) ou açafrão-das-indias e é desta especiaria que eu estou a falar aqui! Também existe o açafrão (do inglês saffron) que vem dos estigmas de uma flor.

Agora que temos a nomenclatura resolvida vamos falar de benefícios...e que benefícios eu tenho para falar! Esta é a especiaria sobre a qual já se fizeram mais estudos provavelmente e é realmente incrível! Peço desculpa porque este post vai ficar demasiado longo mas realmente não posso deixar de mencionar estas propriedades maravilhosas...

 

Benefícios: Para começar a curcuma pode ser um grande aliado na perda/ manutenção de peso uma vez que por um lado reduz as células de gordura acumulada e por outro também melhora a nossa digestão. Também pode reduzir os níveis de colesterol LDL no sangue e reduzir o risco de doenças cardíacas pois inibe a oxidação do colesterol no organismo - devido às duas propriedades antioxidantes. Mas, a caracteristica mais importante desta raiz, a meu ver, são as suas propriedades anti-inflamatórias... e não só não tem os efeitos adversos dos medicamentos anti-inflamatórios (que geralmente são muito agressivos e podem causar úlceras - a curcuma, pelo contrário, até protege os órgãos do sistema digestivo) como ainda por cima pensa-se que é um dos agentes anti-inflamatórios mais eficazes do mundo (isso mesmo, é melhor adicionar curcuma à comida do que tomar uma aspirina ou um ipobrufeno)! A grande doença deste século, o cancro, está intrinsecamente associada a toxinas pró-inflamatórias que são produzidas pelas nossas células, e vários estudos comprovam que o consumo de curcuma, ao reduzir a inflamação, reduz a incidência de diferentes tipos de cancro, como cancro da próstata, cancro da mama, cancro do cólon, cancro do estômago, entre outros. Estudos também têm vindo a associar o consumo de curcuma com a prevenção do aparecimento da diabetes tipo II, pois o seu consumo diário reduz os níveis de açúcar no sangue e pode até reverter a resistência à insulina. Também pode ter efeitos benéficos em outras doenças como artrite...e por aí em diante... a lista de benefícios continua por aí, deixo aqui o que penso ser mais importante, se quiserem saber mais só sobre a curcuma e os seus benefícios digam-me que eu escrevo um post sobre isso!

 

A curcuma pode ser usada em legumes grelhados e salteados, sopas, pode ser adicionada ao húmus, ao arroz, etc...e até pode ser usada em pratos doces e bebidas como papas de aveia, papas de quinoa, smoothies, leite dourado (ou golden milk), entre outros.

Receitas com açafrão: omeletes de grãosopa de abóbora e açafrãocaril de legumes + arroz de açafrãochamuças indianas de lentilhas.

DICA: quando cozinhar com curcuma, adicione também uma pitada de pimenta preta uma vez que esta ajuda à sua absorção!

 especiarias

ALHO:

 

Benefícios: O alho contém um composto chamado Alicina que tem propriedades medicinais, como por exemplo, ajuda à digestão através da estimulação da produção de àcido gástrico. Por outro lado também é ótimo para o nosso sistema imunitário pelas suas propriedades antissépticas e antibacterianas, estudos demonstraram que a adição de alho à nossa dieta reduz eficazmente a probabilidade de ficarmos com uma gripe! Para além disto o alho ainda aparenta melhorar a pressão sanguínea e os níveis de colesterol.

 

Para além disto tudo ainda é delicioso... em pó, cru ou cozinhado, complementa na perfeição inúmeros pratos salgados, por isso porque não começar a juntar mais alho às nossas refeições?

Receitas com alho: omelete de grãopizza com queijo mozarela veganfalafels + molho de tahinimassa com pesto de ervilhas"vieiras" em manteiga, alho e limãoThai noodles com molho de amendoim, etc.

 

CANELA:

 

Continuando agora com uma especiaria mais associada a pratos doces! Não é que a canela não possa ser utilizada em pratos salgados, encontra-se muitas vezes em receitas de caril ou a acompanhar batata doce ou abóbora assada... mas ainda assim, quando se fala em canela os doces predominam! Já não consigo fazer as minhas papas de aveia de manhã ou um pudim de chia sem adicionar uma pitadinha de canela...

Benefícios: A canela tem compostos que já são usados com fins medicinais desde há muitos anos atrás. Não me vou alongar muitos mas esta tem propriedades antimicrobianas, antifúngicas, antioxidantes e anti-inflamatórias, são capazes de reduzir os niveis de colesterol total e a pressão arterial elevada. Também pode ter efeitos antidiabéticos, diminuir o risco de cancro e proteger a função cerebral.

 

Receitas com canela: pudim de chia com frutos secos, banana e canelabolachinhas de gengibrepão entrançado de maçã e canelamanteiga de maçãpapas de aveia de maçã e canelamuffins de curgete e mirtilosgranola simples, papas de millet de café.

 

 

PAPRIKA:

 

Por fim temos possivelmente a minha especiaria favorita... haverá melhor coisa no mundo do que batatas no forno com paprika e óregãos? Duvido...adiciono sempre paprika a assados, molho de tomate, hambúrgueres e almôndegas veggie, etc.

 

Benefícios: A paprika é rica em vitamina A que é importantíssima para a nossa saúde ocular. É ainda rica em compostos antioxidantes, como os carotenóides que evitam o stress oxidativo, prevenindo assim o aparecimento de doenças cardiovasculares! Também tem um papel importante a auxiliar a nossa digestão.

 

Receitas com paprika: almôndegas de lentilhassopa de abóbora e açafrãoquinoa com grão-de-bico no forno e tomates cerejapizza com queijo mozarela veganhambúrgueres de feijão pretochamuças indianas de lentilhas

 

 

Não se esqueçam de adicionar muitas especiarias aos próximos cozinhados e...

Bons deleites!

Ter | 17.04.18

Omeletes de grão - recheadas com cogumelos e espargos [vegan]

 

omelete de grão

Sempre ouvi dizer que não se pode fazer uma omelete sem ovos mas bem, cá está ela! Todos cá em casa adoraram estas omeletes de grão, e ainda por cima são saudáveis e ricas em proteina! A farinha de grão-de-bico não é um ingrediente muito comum nas cozinhas portuguesas, eu pelo menos só comecei a usar esta farinha sem glúten há alguns meses, mas já se encontra a venda na maioria das lojas de produtos naturais e saudáveis, ou mercados biológicos por isso já não há desculpas para não experimentar!

espargos, cogumelos e vinagre bâlsamico

 Para rechear estas omeletes escolhi 2 dos meus ingredientes favoritos, cogumelos e espargos! E para complementar estes sabores adicionei ainda amêndoas laminadas e vinagre bâlsamico... mas podem rechear as omeletes de grão com os vegetais que mais gostarem, eu também já experimentei com pimento vermelho, cebola e espinafres, e com abacate e agriões e cheguei à conclusão que ficam maravilhosas de qualquer forma! 

omelete de grão + espargos e cogumelos

espargos e cogumelos salteados

omelete de grão + espargos e cogumelos

 

omelete de grão + espargos e cogumelos

 

Ingredientes:

 

1 chávena de farinha de grão-de-bico

1 + 1/2 chávenas de água

2 colheres de sopa de linhaça dourada moída

1 colher de sopa de levedura de cerveja (ou levedura nutricional - opcional)

1/2 colher de chá de açafrão

1/2 colher de chá de alho em pó

1/2 colher de chá de fermento em pó

1/2 colher de chá de sal

Pitada de pimenta preta moída

 

Recheio:

~12 espargos

~8 cogumelos brancos e cogumelos marrom

Fio de azeite

Amêndoas laminadas

Creme de vinagre bâlsamico (uso este aqui)

 

Numa taça misture todos os ingredientes da massa das omeletes, começando pelos ingredientes sólidos e adicionando por último a água. Deixe a mistura repousar por 10-15 minutos enquanto prepara o recheio.

Corte a extremidade mais fibrosa dos espargos (como está na fotografia abaixo) e coloque-os a saltear numa sertã com um fio de azeite. Cubra o tacho e deixe os espargos cozinhar por 5-10 minutos. Quando estiverem bem tostados, retire do lume e reserve.

espargos e cogumelos

 Na mesma sertã, adicione mais um pouco de azeite, se necessário, e salteie os cogumelos laminados, em lume forte por cerca de 5 minutos, mexendo ocasionalmente. Misture os cogumelos e os espargos, tempere com sal e pimenta a gosto e reserve.

Para as omeletes de grão aqueça um tacho anti-aderente em lume médio-forte com um fio de azeite. Adicione uma parte da massa, cubrindo o fundo do tacho, como se estivesse a fazer uma panqueca. Quando começar a formar bolinhas na superficie, vire a omelete e deixe cozinhar do outro lado. Repita este processo até a massa acabar.

omelete de grão

Recheie as omeletes com os espargos e os cogumelos salteados. Adicione também almênoas laminadas e um fio de creme de vinagre balsâmico se desejar!

 

Receita adaptada do blog Choosing Chia, deixo o link para a receita original aqui!

omelete de grão

 __________________________________________

Grajo

 

 Usa o cupão: GREEN10

Para teres 10% de desconto na loja Granjo!

 

 

Bons deleites!

Subscrever