Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Green Delights - cozinha vegetariana, simples e saudável

Bem vindo ao blog! Este espaço é dedicado a receitas vegan e vegetarianas, simples, deliciosas e saudáveis (a maior parte das vezes...)! Vamos cozinhar?

Seg | 27.11.17

Tarte de Matcha

Tarte de Matcha (com suspiros, flores, hortelã, lima e pistáchio)

tarte de matcha com suspiros, flores, hortelã, lima e pistachios

tarte de matcha

Para começar bem a semana, aqui fica, a minha versão de uma tarte de Matcha! Para ser sincera, acho que é a sobremesa mais bonita que já fiz até agora... E a melhor parte é que é muito fácil de preparar, em cerca de meia hora, fica pronta! (depois precisa obviamente de mais algum tempo no frio para solidificar, uma vez que é um semi-frio, mas a preparação em si, é muito muito rápida). É uma combinação bastante diferente, o sabor do matcha/ chá verde numa sobremesa, mas eu adorei o resultado! Se ainda não conhece o matcha, pode saber mais sobre este chá e sobre os seus benefícios aqui. Esta sobremesa não é muito doce, mas é super fresca, e uma alternativa saudável a outras sobremesas, e é claro, ainda por cima é vegan!

mini tarteletes de matcha

Tarte de Matcha (com suspiros, hortelã, lima e pistáchios)

Tarte de Matcha (com suspiros, flores, hortelã, lima e pistáchios)

 

Ingredientes

 

Base:

▪️ 2/3 chávena de coco ralado 

▪️ 1 chávena de amêndoas

▪️ 12-14 tâmaras

▪️ 2 colheres de sopa de cacao em pó

▪️ ¼ colher de chá de sal

 

Recheio:

▪️ 2/3 de lata leite de coco (~260ml)

▪️ 1 chávena de cajus (demolhados durante 12 horas)

▪️ 2-3 colheres de sopa de maple syrup (ou outro adoçante)

▪️ 2-3 colheres de chá de matcha

▪️ Sumo e raspa de 1 lima

▪️ 1/2 colher de chá de extrato de baunilha

▪️ 1 pitada de sal

 

1. Colocar o coco, espalhado num tabuleiro, no forno a 180ºC até ficar tostado (cerca de 5 minutos);

2. Num processor triturar as amêndoas. Depois adicionar as tâmaras, o cacau, o coco tostado e o sal e triturar novamente, até formar uma pasta. [Sugestão: demolhar previamente as tâmaras, 10-15 minutos em água quente, para ser mais fácil triturá-las]

3. Cobrir o fundo e a lateral de uma tarteira de fundo amovível com a base, prensando bem. Deixe a base 10-15 minutos no congelador, enquanto prepara o recheio.

4. Numa liquidificadora, ou novamente no processador (ou até com uma varinha mágica), triturar os cajús (demolhados durante pelo menos 12 horas) juntamente com o leite de coco. Depois adicione o maple syrup (ou outro adoçante à escolha como agave ou xarope de arroz), sumo e raspa de lima, extrato de baunilha, sal e o matcha (como o sabor pode ser bastante intenso, o ideal é ir acrescentanto aos poucos e provando, para mim 3 colheres de chá foram o ideal).

5. Coloque o recheio sobre a base da tarte e leve ao congelador durante 2-3 horas (ou ao frigorífico durante pelo menos 6 horas). [Se optar por deixar a tarte no congelador, retire-a 10-15 minutos antes de servir]

 

tarte de matcha

 

Pode servir a tarte assim, ou decorá-la a gosto! Eu adicionei pistáchios picados, folhas de hortelã, flores, suspiros (receita de suspiros vegan aqui) e fatias de lima e servi ainda com um fio extra de maple syrup! Como a tarte em si não é muito doce, fica ótima com os suspiros e o maple syrup (ou xarope de ácer) a acompanhar!

 

Bons deleites!

 

Receita adaptada de Amy Le Creations.

Tarte de matcha (com suspiros, flores, hortelã, lima e pistáchio)

 

Ter | 21.11.17

Superalimentos: O chá Matcha

chá matcha

 Mas afinal o que é o matcha, este chá de que tanto se fala? A sua popularidade tem vindo a aumentar pelos seus benefícios para a saúde, pela sua cor verde intensa ou até pela sua versatilidade em chás, gelados, bolos, etc.

O matcha é obtido a partir das folhas mais jovens do chá verde, de plantações de camellia sinensis (planta de onde é extraído chá verde e chá preto), que são trituradas e reduzidas a um pó fino. 

chá matcha

Este chá, originário do Japão, é associado a uma cerimónia que consiste em preparar, servir e beber o macha. Normalmente utiliza-se um conjunto de 3 peças para a preparação do Matcha: um batedor (chasen), uma tigela (chawan) e uma colher (chashaku), como os que estão na fotografia acima, mas também pode ser preparado sem recorrer a estes utensílios.

Para preparar este chá sem os utensílios basta peneirar uma colher deste pó para uma taça, adicionar um pouco de água quente, mexer bem e depois juntar o resto de água. Devido ao seu sabor intenso, fica perfeito quando combinado com alguma bebida vegetal, como leite de coco, ou leite de amêndoa, mas isso fica ao gosto de cada um!

 

chá matcha

chá matcha

 

Passando agora para os benefícios do matcha...Este chá é muito associado à perda de peso mas esse não é o único efeito benéfico do matcha para a nossa saúde! É potenciador da perda de peso pela sua capacidade de aceleração do metabolismo, mas é também extremamente rico em antioxidantes (pode ter 137x mais antioxidantes que o chá verde normal), energizante e anti-stress (pois contêm L-teanina, um composto associado ao relaxamento e alívio do stress). Alguns estudos sugerem ainda que pode auxiliar na redução do colesterol LDL, prevenção do cancro, entre outros. Sem dúvida que ainda há muito mais para descobrir sobre este chá, mas os seus benefícios são inegáveis!

Este chá pode ser encontrado em lojas de produtos naturais ou em lojas online, mas infelizmente o seu preço é bastante mais elevado do que o dos restantes chás. Ainda assim, fica a sugestão para disfrutarem deste maravilhoso chá...vale mesmo a pena!

 

Bons deleites!

chá matcha

 

Ter | 14.11.17

Massa cremosa de abóbora (mac and cheese)

"Mac and cheese" de abóbora

"mac and cheese" de abóbora

 

Uma refeição super reconfortante agora para o Outono... Esta é uma versão do clássico "mac and cheese" ou macarrão com queijo, mas sem queijo... e quem precisa de queijo quando temos um puré de abóbora e alho assado cremoso no seu lugar? Para além de ser saudável, é deliciosa e com ingredientes da época... Vale a pena experimentar!

 

"Mac and cheese" de abóbora

 

"mac and cheese" de abóbora

 

Ingredientes:

Massa integral (q.b. para 2-3 pessoas)

1 chávena de puré de abóbora (cerca de 1 chávena e meia de pedaços de abóbora crua)

1 cabeça de alhos - assada no forno

3/4 chávena de bebida vegetal (usei bebida de soja sem açúcar)

1 colher de sopa de amido de milho

1 colher de sopa de margarina

2 colheres de sopa de levedura de cerveja

1-2 colheres de chá de mostarda em grão (ou mostarda Dijon)

1/4 de colher de chá de noz moscada

alecrim q.b.

sal e pimenta q.b.

3 colheres de sopa de sementes de abóbora (opcional)

1 chávena de espinafres frescos (opcional)

 

 

Para assar os alhos, corte toda a cabeça transversalmente, como está na fotografia abaixo, tempere com um fio de azeite, sal e pimenta, enrole em papel de alumínio e leve ao forno a 200ºC durante cerca de 30 minutos. Passado este tempo os alhos devem soltar-se fácilmente da casca, reserve.

alho assado

Coza os pedaços de abóbora (durante cerca de 15 minutos) e depois triture-os juntamente com os alhos assados, até ficar em puré.

Coloque ao lume um tacho com a margarina. Numa taça misture a bebida vegetal com o amido de milho. Depois de a margarina estar derretida, acrescente a mistura de bebida vegetal e amido de milho. Vá mexendo e depois acrescente a mostarda, a levedura de cerveja, noz moscada, sal e pimenta. Deixe engrossar por 3-4 minutos e depois acrescente o puré de abóbora e alho.

Quando a mistura já estiver com a consistência desejada pode adicionar a massa cozida e alecrim picado. Misture e retire do lume.

Para uma refeição mais equilibrada, sirva com espinafres frescos e com sementes de abóbora! :) 

 

Bons deleites!

 

Receita adaptada do Edgy Veg, "pumpkin mac and cheese".

"Mac and cheese" de abóbora

 

Subscrever